Tag Archives: sites que amamos

Um sonoro NÃO para os clichês

29 abr

.

Um tumblr pra quem tá cansado de estereótipos / generalizações / clichês:

Mais aqui ó: http://yes-butno.tumblr.com

.

Bia

Anúncios

Mil coisas sensacionais

11 abr

.

Cansado de ler apenar desgraças no jornal nosso de cada dia, o escritor canadense Neil Pasricha resolver criar o blog 1000 Awesome Things.

O conceito é simples: postar uma situação incrível por dia. Com a ajuda de visitantes, compartilha pequenos prazeres diários, como “finalmente fazer xixi depois de segurar por muito tempo“,  “a primeira mensagem de texto que você troca com um novo amigo” ou “descobrir que a pessoa com quem vai se encontrar está mais atrasada do que você.”

 

Lançado em junho de 2008, o blog virou xodó de publicações como The New Yorker, USA Today e Fox News. O sucesso não é à toa: o 1000 Awesome Things é antídoto certo contra o mau humor.

.

.

.

Já para os minimalistas, o tumblr Just Little Things se propõe a fazer a mesma coisa de um jeito mais express. Com uma fonte tipográfica clean e linda cartela de cores, as frases vão direto ao ponto:

 

Duas dicas pra começar essa segunda-feira de sol num bom humors in-su-por-tá-vel.


.

Bia

Esteticamente organizado

31 mar

.

Já dizia Pitágoras: “Com organização e tempo, acha-se o segredo de fazer tudo –  e bem feito.”

Caso você também pense assim, vai se identificar com o tumblr Things Organized Neatly (e, de qualquer forma, a ideia é divertida, vai).

.

Trata-se de uma seleção de imagens de objetos muito, mas muito bem organizados. Vale qualquer coisa: borrachas, facas, peixes (oi?), cartelas estampadas com o número dois…

As imagens foram todas tiradas da internet. No fim, o que torna esse Tumbrl especial é o fato de que as fotos são bonitas – quem tem uma quedinha por design certamente irá gostar.

.

 

Inútil? Completamente. Mas ah, que graça a vida teria se fosse feita só de coisas úteis? Organize-se e divirta-se!

 

.

Bia

I love you, but…

22 fev

.

Ao acessar o site I Love You But, você lê a seguinte mensagem:

“Este é um livro de imagens sobre o momento do relacionamento em que você percebe que não ama aquela pessoa completamente porque há aquele pequeno detalhe que lhe incomoda muito. Quando essa coisinha te incomoda tanto que te faz sofrer, você sabe que chegou o momento de dizer: ‘eu te amo, mas…'”.


Os ingleses Alex Holder e Ross Neil perguntam aos amigos e conhecidos quais hábitos os incomodam em seus relacionamentos. A partir daí, eles desenham e publicam no site.
O bacana é que dá pra se identificar com várias declarações. Afinal, no fundo, as histórias de amor são todas tão parecidas…

As “reclamações” acabam sendo piadas e desabafos ao mesmo tempo. Ora ora, quem disse que amar alguém é tarefa fácil, afinal de contas?

.

Bia

DeChanelnaLaje, sua linda

16 fev

.

“Primeira lição: você não é fútil porque gosta de moda. Claro que não.

Porém, se você gosta de moda mas não pensa, e deixa que certas pessoas que também não pensam formem a sua opinião, aí sim… você merece o rótulo de fútil, deselegante, tonta, caipira. E vai pagar muito mico por aí. Muito.”

“Gostar de moda não significa criar uma religião em torno disso, engolir tudo sem processar, seguir qualquer tendência.”

“É, a indústria da moda é uma indústria como todas as outras.”

.

.

“Sou mais intelectual que emocional, sem dúvidas.

Assim como vocês têm nojo de quem exibe os seus livros e as suas resenhas na Internet, muitas pessoas sentem nojo de quem exibe as suas maquiagens e os seus tutoriais na Internet. Superem isso. Nem todo mundo tem os mesmos interesses.

Algumas pessoas cultivam apenas o lado mental, outras apenas o físico, outras só cultivam a barriga de cerveja enquanto outras não cultivam nada.

Algumas, como eu, dedicam 5 minutos do seu dia à preparação de uma maquiagem básica, porque a leve sombra nos seus olhos não as impede de ler.

Sou bem-resolvida nesse sentido e não vou pedir desculpas por cultivar mais o cérebro que a aparência, assim como não vou pedir desculpas por comprar revistas de moda.”

.

.

“Algumas pessoas também chegaram à cabalística conclusão de que eu sou contra o consumo, de que eu sou contra roupas de marca e blábláblá.

Para começar, sou declaradamente uma grande admiradora do capitalismo. Para terminar, eu não sou nem nunca serei contra os objetos em si. Apenas questiono determinados usos que as pessoas fazem deles e/ou certos valores que as pessoas atribuem a eles.”

.

.

“E, sim, eu gosto de fazer piadas sobre o mundinho do gramour paraguaio e do deslumbramento que ele causa em muitos desmiolados. Tirem as suas conclusões.”

.

De Chanel da Laje, sua ótima, cainimim.

 

 

 

.

Bia

Studio Studio!

28 jan

.

Segundo a Wikipedia, a definição de “Studio” é:

“an artist’s or worker’s workroom, or an artist and his or her employees who work within that studio. This can be for the purpose ofarchitecture, painting, pottery (ceramics), sculpture, scrapbooking, photography, graphic design, cinematography, animation, radio ortelevision broadcasting or the making of music.”

Nesse caso, o novo blog comandado por Tiago Franco e Cói Werner tá com a terminologia mais do que correta.

.

Layout LINDÃO

.

Em formato de blog, o site tem a intenção de trazer conteúdo variado de arte, moda e música além de divulgar e registrar as festas da dupla. Segundo a Cói  “no final das contas é meio que uma plataforma pra mostrar o que a gente faz e o que que nos inspira”.

Me convenceram, já to.

.

Bia

Palavra do dia, po%$@!

17 jan

.

O site The fucking word of the day tem tudo para entrar no seu ritual online diário. Da série sites-bobos-que-amamos, trata-se de um dicionário que introduz uma palavra nova a cada dia, com uma explicação engraçadinha.

Inspirado no Word of the Day, do Dictionary.com, que mostra a definição de uma palavra nova a cada dia através de uma newsletter, o The fucking word of the day também pode ser enviado por e-mail, mas a proposta é um tanto mais moderninha. A ideia do americano Chris Baker é usar um sistema de fácil aprendizado – ou seja, com humor e cheio de referências a sexo, drogas e rock’n’roll.

Além de melhorar seu vocabulário em inglês, você dá boas risadas com os exemplos que Baker inventa para cada palavra. De qualquer forma, é bem mais fácil decorar assim.

.

Bia

%d blogueiros gostam disto: