Tag Archives: debora rosseto

Faça como Debora Rosseto

12 abr

.

Aproveite esses últimos dias de solzim pra fazer a louca do chapéu.

 

 

.

Bia

Cantinho do Leitor – De como o povo das muódas é engraçado

31 jan

.

Muito se discute sobre os perigos da publicidade de moda, como ela engana as pessoas mundo afora e mina a autoconfiança de milhões de adolescentes em fase de desenvolvimento de personalidade e etc etc etc ok Cláudia, sentalá.

Tudo isso é muito verdade, mas temos um outro grupo de formadores de opinião que me parece muito mais perigoso: o jornalismo de moda.

Como bem disse a Srta Vodca Barata uma vez, a publicidade é honesta e diz: você não é isso, mas se você puder pagar, será.

O jornalismo de moda se disfarça de informação, de bonzinho, de serviço, e diz absurdos imperativos como “SIGA À RISCA ESSAS DICAS”, “JOGUE FORA SEU NÃO SEI QUÊ”, “VOCÊ VAI QUERER TER ESSA IT-BOLSA”, “ATUALIZE SEU LOOK”, blablablaaaargh.

Bão.

O post de hoje vem de um email da nossa musa inspiradora amigue mãe do ano leitora Débora Rossetto.

Como o texto do email tava pra lá de bom, decidi mostrar pra vocês exatamente o que ela escreveu, ipsis litteris, porque né? Se o Chic e a Glória Kalil resolverem processar alguém, que seja ela e não o Donde.

Lá vai:

.

“Bonites, estava eu aqui navegando felizona quando uma frase me revoltou (tá, nem tanto, que eu já saí da adolescência) e eu resolvi escrever pra vocês. Afinal, se eu tivesse um blog de muódas era disso que eu estaria falando (como não tenho, ESTAREI SUGERINDO):

Ei-la: ‘um streetwear urbano chic italiano’.


Primeiro: não parece aquelas definições de estilo musical que ninguém entende (se alguém entende, me explique) tipo “eletro trance funkeado downtempo minimal”? (é tão nonsense que eu nem sei inventar)
Segundo: streetwear urbano? ALGUÉM JÁ VIU STREETWEAR RURAL?

Onde a moda vai parar? Ou melhor: moda, vamos estar parando?” – Débora Rosseto

.

Bia

Novidades na Garagem

14 set

.

Garagem é lugar de coisa velha, mas a Korova tá cheia de novidades (rá!).

De volta à ilha depois de mais uma viagem à terra do Tio Sam, Rafa Korova trouxe mais desejos de consumo pra sua loja:



Novidadônas, m*thrfckr!

Como você já deve ter lido em 1678762,8 blogs por aí, renda é tendênssa, então se joga

E o xadrez, continua? Sim, firme e forte. Pode fazer coreografias à vontade, Renas.

Eu, que não saio da minha fase CORAL nunca, já to de olho nessa aí

Kate Moss nunca sai de moda

Pop Art e Misfits também não

A pessoa deu à luz ONTEM e já tá aí usando listras horizontais. Débora Rossetto, um caso de estudo.

Tem até fone pro novos não-Djs!

Camisa cinza, pra fazer a phyna

Ou rosa, pra fazer a romântica tímida

Ô Rafa, vocês vão abrir o crediário quando, mesmo?

Dica: a Korova librou uma palavra-cupom pros leitores do Donde comprarem online com 20% de desconto.

Digite a palavra Donde no final da compra on line que seu desconto tá valendo.

Tem coisas que só esse blog besta faz por você.

.

Bia

Garimpo Korova

20 maio

Caro leitor,

Sim, você mesmo. Você que acorda e vem com a canequinha de café com adoçante, todos os dias bater ponto na nossa casinha virtual, é uma pessoa bem instruída (acreditamos) e ryca na sabedoria. Portanto, gosta de ler.

E com certeza, já ouviu falar da coleção “Cartas a um Jovem. Uma série de livros inaugurada em 2004 cujo princípio é apresentar uma visão crítica e profunda de uma área de atuação profissional, com base na vivência dos autores e blá blá blá blá. Certo?

.

Tem tudo isso na biblioteca do Ceart.

.

Pois bem, agora a notícia incrível que a gente veio dar é o último lançamento dessa coleção. Espia:

"Cartas a um jovem garimpeiro - Ou o que você não sabe sobre a Garagem Korova"

.

Ok, ok. É pegadinha das malandras. Mas que daria um bom livro, daria. Pour quoi?

Porque todo ano, a Débora e o maridón Rafa Korova viajam a NY pra pesquisar as peças mais bacanas e vender na ótema Garagem Korova. Conversamos com ela para saber mais sobre o processo de garimpar essas novidades, selecionar o que vai ser vendido aqui e escolher o que vai ser usado por 90% das pessoas que são alguém na noitche por aqui.

.

” Cada viagem é uma incógnita, apesar de que, agora, já com uma certa experiência, as coisas se tornem um pouco mais fáceis – já conhecemos lojas legais, por exemplo, e temos mais manhas na hora de negociar.”

Chapeuzinho Azul procura Lobo Chucro pra chamar de seu

Nunca planejamos com antecedência o que trazer, no máximo temos na cabeça algo do tipo: “ah, camisas xadrez estão vendendo bem, se encontrarmos…“.

Com carinha de achado de brechó

A escolha das peças depende de vários fatores: encontrá-las, claro, mas também analisar se o que está valendo é o gosto pessoal ou o lado comercial. Algumas das peças são apostas pessoais, outras se guiam por questões como o que é tendência ou ainda, do que vende, mesmo que não gostemos tanto. Outra questão importante é o preço da peça, levando em conta que precisamos fazer a conversão monetária e ainda ter algum lucro.”

Vide post "Animal Tees"

“De qualquer forma, é muito gostoso o momento da escolha, a dúvida (“será que as pessoas vão gostar?”), depois trazer e fotografar, ver como fica no corpo de outras pessoas, divulgar as fotos, ver as araras cheias de peças que aqui não se encontra, receber comentários positivos, ver as peças vendendo…”
 

Cetim riqueza oversized

  

” As peças mais bem-sucedidas até hoje foram os lenços palestinos – tendência que descobrimos no tempo exato e agora está completamente esgotada – e os óculos Wafer (réplica do Wayfarer, da Ray Ban), sendo que os óculos ainda vendem, apesar de já termos pensado que eles também passariam.”

A febre do Wayferer não vai passar nunca mais?

 

“Camisas xadrez, tanto masculinas quanto femininas, e camisetas estampadas de marcas que adoramos como Junk Food e Local Celebrity sempre valem a pena. Já as outras peças são tiro no escuro – e nos demos mal muitas vezes, apostando em coisas que ninguém quis comprar. Mas há alguns parâmetros: os homens são menos ousados, a maioria só usa camiseta (no máximo uma camisa) e moletom, nada de inovação na modelagem… Já no feminino dá pra apostar um pouco mais…”

 
 

 

Sinatra malandrage prisioneiro vida loka

 

Basiquinha de ombreiras - beijo no ombro!

Camiseta de banda: ítem básico no armário de qualquer serumâno

Garimpar é um processo bem diferente de produzir, e é vantajoso pra gente (pois abrimos nossos horizontes) e pros clientes (que sempre têm coisas novas pra ver).”

ROSSETO, Débora. Cartas a um jovem Garimpeiro: ou o que você não sabe sobre a Garagem Korova. 1ª edição. Florianópolis,  Só As Bunita Editores, 2010.

.

Bia et Julie

Um post para Débora Rosseto

31 mar

.

Querida Débora:

1- Aperte o “play” no vídeo abaixo:

2- Acelere até o minuto 7:01

3- Repita com a gente: “Nhóóóiiinnn….!”

To ansiosa pra chegada da tua princesinha, pô!

.

Bia

Mallu Magalhães, nossa figurante favorita

23 dez

Como já havíamos contado pra vocês, dia desses convidamos a Mallu Magalhães pra “Rave Metal on the Beach” fizemos figuração pra um clipe da Mallu Magalhães gravado aqui em Floripa. O figurino foi by Korova, tsá? Puro poder.

Agora, finalmente saiu o resultado. Com vocês,  Shine Yellow, novo clipe da Mallu Magalhães:

Melhores momentos:

0:02 – Rick botando ordem no espaço, logo na chegada à locação

0:06 – Cuki curtindo um sossego na praia

0:07 – Cuki me atacando desprevenida sob os olhares encabulados de Ana

0:22 – Eu arrumando a faixinha do Cuki

0:30 – Eu jogando freesbie e comemorando feito a Globeleza. Ê lelê! É muito suíngue, muita brasilidade, hein?  Not.

0:39 – Rafa Korova dançandinho atrás da Mallu

0:42 – Galere curtindo, dançando e fingindo naturalidade

0:49 – Ombro da Ana fazendo figuração

0:55 – Débora Rosseto, a.k.a. Louca do Chapéu, emprestando sua brasilidade e simpatia pro clipe

1:01 – Bi sensualizando com Mallu Magalhães e Jesus Luz

1:03 – Cuki sai disparado na frente, seguido por Jesus Luz e restante do elenco de nós em direção ao mar

1:29 – Rafa Korova, ao fundo, tocando o violão de mentira que fazia parte do cenário

2:35 – Galere curtindo bem loca a praia, em função da batidinha de coco fornecida pela produção do clipe

2:47 – Ju Mathias sendo bonita ao fundo

2:49 – Cuki atuando como backing vocal,  já usando o chapéu de palha roubado da Mallu

2:50 – Débora Rosseto atuando como backing vocal, usando um chapéu de palha de acervo próprio

3:07 – Mari Speranza entrando no clima de bate-cabelo com pandeiro na mão

3:08 – Eu, Débora e Rick ahazando na coreô

3:09 – Bi e Ana ahazando no trenzinho

3:10 – Jesus Luz paquerando Mallu, sem sucesso

3:13 – Rick curtindo muito, Bi aproveitando a batidinha de coco

3:26 – Todo mundo de shuffle ligado, eu arrumando o cabelo enquanto finjo dançar

3:31 – Eu atacando o Cuki (se não me engano foi porque ele falou que eu sou mais bonita que a Julia Petit na opinião dele, oooohn…) (ei, deixa nóis!)

3:32 – Ana sendo bonita ao fundo

3:33 – Mallu pede pra tirar uma foto com Mari Speranza e Vitinho. Eles aceitaram, pois são muito educados com os fãs.

3:43 – Galere comemorando o final das filmagens, Cuki bem loco com a bandeira da Paz nas costas (e, é claro, com o chapéu roubado da Mallu na cabeça)

4:00 – Aúdio de “Ô rapaiz!” falado pelo Bi 

 

 

.

Bia

Profissão: Figurante

10 dez

Quando os amigos pedem, a gente ajuda. Mesmo que isso signifique pagar mico em rede nacional.

Domingão, logo após o festerê à fantasia no Célula, a gente tinha um compromisso profissional a honrar: fazer figuração para o novo clipe de Malu Magalhães, gravado na Praia do Santinho aqui em Floripa.

Por isso, depois de apenas 50 minutos de sono (!!!) lá fomos nós encontrar o pessoal pra ir até a locação.

E chegando lá, ok: “O que é que a gente tem que fazer, Senhor Diretor?”

E ele: “Nada. Só fiquem curtindo a praia enquanto a gente filma vocês”

Trabalhão.

Best Friends Forever

Devassa - Beach Edition (até o Jesus Luz apareceu, à esquerda)

Augustinho Carrara Indie?

.

Depois de um longo dia de diversão trabalho, cheguei a algumas conclusões:

1) Pessoas com o perfil solicitado pela produção (nas pelavras do Bi, gente “moderna com cara de argentino” – nós)  não combina muito com sol a pino o dia todo. Todos ficamos com as marcas na pele pra comprovar. Dá-lhe Caladril!

2) A Malu agora é nossa BFF e nunca mais niguém vai falar mal dela na nossa frente!

3) Ficar o dia todo na praia curtindo, dançando, falando merda com os amigos, com comida e bebida à vontade, e ainda ser PAGO pra isso é basicamente a minha idéia de felicidade. Será que tem como largar tudo e virar figurante profissional?

.

A Malu é BFF do Rick também.

Bi só na empolgação: "Liga no shuffle!"

Débora Rosseto e Viti ahazando no figurantismo

Empolgação genuína

Cabelo ao vento, gente jovem reunida

Ei, a gente é bom nisso de fazer figuração e tal

Pandeirismo (ou melhor, "Meia-Luismo")

Beijo Malu! Valeu pelos 100 pila!

ps: Fotos gentilmente roubadas do facebook da Marina Speranza. Brigada, bee!

.

Bia

%d blogueiros gostam disto: